Contato: contato.almacedo@hotmail.com.

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Alimentemos a nossa vontade com a vontade de Deus




O que é a vontade, senão a força que nos impulsiona para realizarmos aquilo que é bom ou mau.

Esta força não depende somente de nós - pelas fraquezas do pecado semeadas em nossa alma - mas da ajuda do Espírito Santo, Ele que é a Força do Altíssimo.

Quando alimentamos a nossa vontade com a vontade do mundo, tornamo-nos mundanizados, nutridos pela impureza, embriaguez, adultério, concupiscências, servindo aos apetites da carne. Se a nossa vontade, no entanto, é alimentada com a vontade de Deus, as transgressões serão transformadas em virtudes. De modo que "estamos no mundo, mas não somos do mundo".

Nutrir a nossa vontade com a vontade de Deus é caminhar, passo a passo, na busca da santidade. E qual a maior de todas as vontades de Deus? "Sede santos, porque eu, o Senhor, vosso Deus, sou santo" (Levítico 19, 2).



Paz e Luz
Antonio Luiz Macêdo

Leia mais Artigos, Poesias e Trovas do autor:

Acesse também:



 

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

A sede que nunca sacia o nosso coração



Denyto de nós existe uma ânsia eterna em busca da felicidade. onde, porém, buscamos esta felicidade?

A grande maioria procura desesperadamente esta felicidade tão sonhada, no mundo ou nas pessoas. O seu marido, por mais santo que seja, não é capaz de preencher este "vazio" do seu coração. Outrossim,  por mais santa que você seja, não poderá preencher a "ânsia" do coração do seu marido. Seus filhos, por melhores que sejam, jamais poderão preencher o coração de vocês com a felicidade que buscam. Então, onde encontraremos o preenchimento desta "ânsia" e deste "vazio" que carregamos no coração?

Somente Deus poderá saciar a nossa sede de Felicidade, porque Ele é a Felicidade verdadeira. Para saciarmos esta sede eterna, se faz necessário buscar a cada instante o Criador, o nosso Deus e Senhor. E quando O encontrarmos, certamente a quietude alcançará o nosso coração, porque finalmente ele estará saciado e pleno de Deus.

Paz e Luz
Antonio Luiz Macêdo



Leia mais Artigos do autor:

Acesse também:


terça-feira, 9 de janeiro de 2018

A radicalidade no seguimento de Jesus



Ninguém pode seguir Jesus de qualquer maneira. No seu seguimento impõem-se três condições necessárias: "Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me" (São Mateus 16, 24).

A renúncia de nós mesmos consiste em fazermos da nossa vontade a vontade do Senhor, esforçando-nos a cada instante para não pecar, e fazendo desta renúncia um ato de louvor e glorificação a Deus.

Não existe seguimento de Jesus sem a Cruz, pois ela faz parte intrínseca desta caminhada. Ela representa todasas nossas provações e dores, mas sem ela não chegaremos ao Céu.

Somente após esta duas decisões, estaremos aptos para seguirmos Jesus. Não tenhamos medo da Renúncia e da Cruz. Ele só nos dá aquilo que podemos suportar.

Paz e Luz
Antonio Luiz Macêdo



Leia mais artigos do autor:

Acesse também: